sexta-feira, 12 de junho de 2015

Médico Valter Duro Garcia receberá título da Câmara




O Plenário da Câmara Municipal aprovou, nesta quarta-feira (10/6), o projeto que concede o Título de Cidadão de Porto Alegre para o médico Valter Duro Garcia, idealizador e primeiro coordenador da Central de Transplantes do Rio Grande do Sul. “O doutor Valter trabalha com transplante renal há muitos anos, tendo contribuído e se dedicado à nobre causa de doação de órgãos”, afirma o autor da proposta, vereador Airto Ferronato (PSB).
Nascido em Passo Fundo, Valter Duro Garcia é formado em Medicina pela Ufrgs, possui mestrado em organização e gestão de transplantes pela Universidade de Barcelona e doutorado em nefrologia pela USP. Atualmente, é médico da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, coordenador de departamento da Sociedade Brasileira de Nefrologia, médico da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, professor universitário e membro do corpo editorial de diversas publicações sobre transplantes de órgãos.
“O mais notável do seu trabalho na área tem sido a dedicação há décadas à causa da doação de órgãos, especialmente na capacitação de profissionais de saúde”, afirma Ferronato. De acordo com o vereador, há mais de 30 anos trabalhando de forma remunerada ou não, Garcia vem preenchendo uma lacuna histórica das universidades em seus cursos na área da saúde, que, em geral, não valorizam esse assunto tão importante do ponto de vista da medicina social e da cidadania. "Garcia também capacita profissionais na área da educação sobre o tema, sendo mentor dos cursos de formação para coordenadores educacionais de transplantes."
Garcia também recebeu homenagem por Relevantes Serviços Prestados à Causa dos Transplantes na América Latina, concedida pela Sociedade Latino-Americana de Transplantes, e a homenagem pela participação decisiva no sucesso dos 25 anos de transplantes cardíacos do Rio Grande do Sul, concedida pelo Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul. “Ele tem contribuído para levar o nome da Cidade e do Estado para o Brasil e o mundo”, ressaltou Ferronato.


Foto: Marcelo G. Ribeiro /JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário