sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Frente Parlamentar contra privatizações tem 25 assinaturas


Até o momento, 25 dos 36 vereadores de Porto Alegre assinaram o requerimento de criação da Frente Parlamentar em defesa da renovação da concessão da Companhia Estadual de Energia Elétrica - CEEE e pelo fortalecimento e manutenção da CEEE, CORSAN, Banrisul, Sulgás e CRM públicos. Proposta pelo vereador Airto Ferronato (PSB), a Frente Parlamentar será instalada nesta terça-feira, 22 de setembro, às 15h, no Plenário Ana Terra do Legislativo Municipal.


O parlamentar propôs a Frente preocupado com as constantes notícias divulgadas pela imprensa dando conta de que o governo do RS poderia reeditar o processo de privatização de ativos públicos. Segundo o vereador, os eletricitários e sindicalistas ligados às demais estatais têm buscado espaço na tentativa de estabelecer um debate onde se estabeleça a verdade para a sociedade.

‘‘Passados 18 anos da venda de parte da CEEE para a iniciativa privada, a tese de que haveria ampliação do parque gerador, melhoria na qualidade da energia entregue ao consumidor, redução da conta de luz, manutenção das vagas de emprego dos gaúchos, entre tantas outras promessas, não aconteceu. O que se vê é exatamente o oposto: os problemas do setor são estruturais, a tarifa é regulada em nível nacional, os postos de trabalho foram suprimidos e transferidos para outros estados", assinala o vereador. Para Ferronato, as privatizações ocorridas no RS não resolveram nosso problema econômico. Ao contrário, segundo o próprio Governo, a dívida só aumentou e o recurso financeiro alcançado com a venda das empresas desapareceu. 

Serviço:
O que: Instalação da Frente Parlamentar em defesa da renovação da concessão da Companhia Estadual de Energia Elétrica - CEEE e pelo fortalecimento e manutenção da CEEE, CORSAN, Banrisul, Sulgás e CRM públicos
Quando: 22/09/2015
Horas: 15h
Onde: Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre

Texto: Fernando Cibelli de Castro (RTB 6881)
Foto: Josiele Silva (CMPA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário